Uma terapeuta, minha conhecida, exerce trabalho de descontaminar ambientes com uso de técnicas espiritualistas. Ela recebeu um pedido para fazer um exame astral da casa de uma cliente que sentia seu lar carregado de energias ruins.

O marido da sua cliente era um homem adúltero, inconsequente nos assuntos da sexualidade e contaminou a casa com camadas tóxicas de pensamentos sensualistas. Eles haviam se separado 30 dias antes. O ambiente, de fato, estava muito contaminado.

Feita a limpeza, a terapeuta foi embora. Nos dias seguintes sua vida se transformou em um inferno. Carregando ainda consigo resíduos daquela energia sensualista do ex-marido da sua cliente, diversos homens e mulheres, sintonizados com condutas irresponsáveis no sexo, passaram a se interessar pela terapeuta. Atraídos pelo campo energético, “farejavam” sensualidade na terapeuta. Em uma semana, ela que nunca havia experimentado algo parecido, recebeu convites, cantadas e brincadeiras apelativas de mal gosto. Ao todo, em 7 dias somaram-se 15 episódios que nunca havia acontecido em toda a sua vida. Ela me ligou. Debatemos o caso e tomamos algumas providências para efetuar a limpeza dos resíduos que se prendiam à aura da minha amiga terapeuta. Logo ela ficou reestabelecida. Além dos convites inconvenientes, ela teve também uma perda energética profunda, sentindo-se extremamente cansada naquela semana.

Se isso pode acontecer a uma pessoa que está exercendo um trabalho e está preparada para lidar com essas forças negativas, imagine o que pode acontecer com qualquer um de nós por conta dessas conexões energéticas que tecemos no dia a dia da vida…

A parte invisível dos relacionamentos tem muito mais efeito sobre a sua vida do que palavras, atitudes e pensamentos. As emoções e os campos energéticos que circulam à sua volta te colocam em condição similar à de peixe mergulhado em um oceano.

Você, sem ter consciência, pode estar carregando, literalmente, muitas pessoas na esfera astral de sua aura e no campo mental formado em torno de seu corpo físico. Em casos mais agudos, você pode sentir as dores físicas e emocionais dessas pessoas, perturbando você e causando muitas doenças que “nem são suas” ou “que não precisava carregar”.

Chamo essas conexões de CORDÕES ENERGÉTICOS, e existem técnicas apropriadas para limpeza ou asseio desses “fios” que te prendem a algumas pessoas. Esse asseio é um quesito fundamental de saúde e bem-estar orgânico, psicológico, espiritual e emocional.

Enxaquecas, doenças respiratórias (renites, etc), corrimentos vaginais, prisão de ventre, dores cervicais e miofaciais, medos exagerados e crises de pânico, insônia, alergias diversas, depressões moderadas, pressões psicológicas intensas, ansiedades seguidas de muita taquicardia, micoses, edemas, hipertensão, labirintites, unhas encravadas e um grupo enorme de doenças pode ser agravado ou, até mesmo, ter como único fator causal um tipo de conexão tóxica dessa natureza energética. Fique claro que não estou dizendo que isso seja a única causa dessas doenças, mas existem casos em que isso é uma realidade inquestionável. Afirmo com base em tratamentos e experiências de clínica de consultório.

É necessária também uma orientação de educação emocional para saber que alguns sentimentos como mágoa, ódio, remorso, egoísmo, inveja, raiva e outras emoções são como uma “cola emocional”, algemando-te a alguém. Necessário examinar também comportamentos, tais como: a compulsão pelo controle, a personalidade dominadora, o perfeccionismo, a rejeição, a insegurança, a mentira e a hipocrisia, entre outros.

Quer conhecer esse caminho de transformação e usufruir dos benefícios desse recurso de tratamento? Quer aprender técnicas autoaplicáveis de saneamento dos cordões? Obtenha as informações sobre o CURSO ONLINE DE CORDÕES ENERGÉTICOS. Basta CLICAR AQUI.