Quando você está rodeado de pessoas deliberadamente mal-intencionadas, você é vampirizado. Seu chacra atingido, por onde sai a energia é o solar, na região do umbigo.

No entanto, esse processo pode também acontecer, independentemente de sua vontade, quando você é rodeado de pessoas que gostam de você e elas estão com baixa vitalidade. Você se torna um doador espontâneo. Seu chacra atingido inicialmente, nesse caso, é o esplênico, acima do fígado, por onde sai a quantidade de força para suprir a necessidade alheia.

Nesse planeta parece ser difícil manter-se totalmente alheio a mecanismos de perda energética ou sintonia com frequências do seu semelhante. Só existe uma forma para se proteger dos processos inerentes ao estado espiritual do planeta, quer saber como?

Se você vai sempre estar perdendo algo no seu campo energético, o segredo é ter o reservatório sempre cheio, isto é, estar continuamente com as pétalas do centro coronário (no alto da cabeça), abertas para receber do amor divino o que vai te faltar. E como se abrem essas pétalas? AMANDO, realizando sempre o bem, nutrindo ótimas intenções e pensamentos, construindo relações de afeto realistas, trabalhando, treinando a fé, colocando em prática o seu melhor no que tange à conduta moral.

O amor tem essa magia: quanto mais você dá, mais você tem. É uma força incomparável.

A lei do universo é abundância e prosperidade para aqueles que sintonizam com o fluxo do desapego e da constante expansão de suas energias. O nosso egoísmo humano, infelizmente, impede esse fluxo, causando doenças, cansaço, dores emocionais e muito sofrimento.

Quando seu coronário não vibra empatia, amor e fraternidade, quando você não sai da posição de vítima da vida para algo realizar, vai se sentir desvitalizado, exausto e, possivelmente, oprimido. Eis a origem da grande maioria dos sofrimentos físicos e emocionais da humanidade.

Não temos como passar ilesos. A regência da sabedoria das leis universais estipula que quem tem o que oferecer, vai perder uma parte disso para socorrer. E quem não tem o que oferecer, vai perder também e padecer o resultado de seu próprio egoísmo em não procurar se nutrir nas reservas infinitas do amor divino.

Vivemos em um mundo de carência, de falta. Socialmente conseguimos reter, guardar e não repartir. No entanto, nas sábias leis naturais isso não funciona assim. Quem tem, vai dar queira ou não, quem não tem vai perder até o pouco que tem.

Se isso te parece injusto, revise sua forma de pensar a vida. Temos o que damos, essa é a dinâmica de Deus. Quem se abre para amar e realizar o bem, independente de sua condição de necessidade, cria uma frequência de abertura em seu campo vibracional para receber o melhor. Isso só é possível pela empatia, se colocar no lugar do outro, ter sensibilidade para a forma de pensar e viver do outro.

Pessoas gratas, bem-humoradas, dispostas e amorosas são as campeãs de saúde, bem-estar e tônus energético, porque essas emoções só são vitalizadas com relações empáticas.

O universo é empata. Se você entrar em um hospital e tiver alguém pior que você, vai doar energia NATURALMENTE. Se estiver na rua e passar perto de quem precisa daquilo que você tem em sobra no seu campo de forças, vai perder energia.

Os médiuns falam que perdem energias em certos ambientes, alegando que algo ruim ou alguém não está bem naquele lugar. Nem sempre é isso, pode ser apenas a cessão NATURAL de forças. Quem tem mais cedendo a quem tem menos.

Falamos que isso é perda. Em verdade, é amor em expansão. Empatia das leis vibracionais. Física quântica.

Quanta gente querendo um amor, quantos querendo a felicidade, a saúde, as alegrias da vida, mas não são capazes de respeitar o vizinho do andar de baixo no seu prédio retirando o salto alto que provoca barulho para quem dorme nas madrugadas. Falta empatia e sobra vingança e sentimentos de desforra. Isso trava a vida. Quantos desejosos de grandes conquistas materiais e guardam entulhos vibratórios em seu guarda-roupas, acumulando o que não vai usar. Quanta gente querendo ser amada, sem o mínimo movimento de amor a quem quer que seja. Pessoas com alto risco de sofrerem relacionamentos abusadores.

Pequenas e grandes atitudes demonstram qual o estilo de vida você quer para você. Quem dá mais, a vida responde com mais. Isso destrava a vida.

Quem quer muito sem dar nada, trava o seu próprio caminho.

Quem foca sempre em multiplicar o bem, vibra na empatia e destrava seus caminhos.

Empatia é o movimento vibratório que mais progresso e realização pode abrir ao ser humano. É o caminho mais certeiro do amor legítimo.