Como explicar uma relação que começa com muita sincronicidade entre os envolvidos, com um sentimento claro de reencontro de outras vidas, mas que termina de forma abrupta, por conta de um mal-entendido qualquer?